quinta-feira, fevereiro 10, 2011

Desabafos de um pai ( I )

10 de Fevereiro

Ontem vi-te meu filho... preso a aquele maldito carro que a tua mãe teima em utilizar até exaustão. Vinhas acordado com teus olhos enormes a estranharem tudo aquilo que a vida te teima em dar. 
Pedi a tua mãe se te podia agarrar e a resposta dela foi o silêncio com que te levou para o quarto apenas interrompido pelas chaves que selaram a muralha que me separa de ti.
...
Sabia que ia doer, mas não sabia que ia doer assim tanto

Bj doce meu filho 

3 comentários:

isv13 disse...

:-(((( Um abraço apertado de força!!

Paula Raposo disse...

O Amigo Abranches Leitao aconselhou-me a visitar o teu blog. Gosto sim! Beijos.

Fabi Cris disse...

"Sabia que ia doer, mas não sabia que ia doer tanto assim..."