segunda-feira, fevereiro 05, 2007

Peço ... o que não vejo, um momento















Peço o que não vejo
a quem o não tem
E dou-lhe asas
quando ela quer voar
Não sou ninguém,
mas um dia fui alguém
Á sombra de uma estrela,
naquela praia junto ao mar
















Desisti de tudo aquilo
que não tinha sido
Para passar a ser

aquilo que não sou
Mas nem tu
sequer meu amigo
,
encontraste-me
quando estava perdido
Nas lágrimas do chorar
de quem junto mar...,

ali chorou












Rezo a um deus
mesmo sem saber rezar
E tento
encontrar
aquilo que ninguém encontrou
Estava perto na planície...,
o deserto que virou
mar
Onde aquilo que talvez sendo,

de certeza o não sou
















São fugazes momentos
de inspirada loucura
Pintados por Picasso

numa tela de Dali
É uma doença curada,
que talvez não tenha cura

Perdida
que ficou,
junto aos rios do Mali








São retalhos vazios
de uma vida qualquer
Contos e lendas
na boca de mil pastores

Histórias de ontem,
que hoje ninguém quer
Escondidas entre mil medalhas,
presas a mil louvores
















Mas o riso da criança
virou pedra no jardim

E pressupõe-se a ganância,
como um mero posto
De algo que vai crescer...,
no começo do princípio do fim
De uma esperança a esmorecer,
nas linhas do meu rosto

20 comentários:

Anónimo disse...

Apesar de sabor doce de travo amargo ...tinha saudades de um post assim,teu.
Está fabuloso,de uma beleza singular,transborda sensibilidade e bom gosto,adorei.
beijo
M

Aran disse...

Sabes... tu sempre foste alguém... embora quisseste ser algo bem maior e melhor... ;)
Como te compreendo... meu querido amigo Pescador...
É um outro valor, uma outra maior valia... quando se tem outra alma que nos encontra... ;)
Já tinha saudades destes teus posts... Gostei...
Um beijinho grande e fica bem

belo disse...

bonitas palavras :)

continua a escrever!

Pescador disse...

Por onde andas tu M. ?!!
saudades, muitas... muitas...
...
bj doce , abraço apertado
Pescador

Pescador disse...

Sabes Aran, nos ultimos dias as palavras que deixas no teu canto são como água onde eu mergulho..., são reflexo onde eu me vejo...
são dor...
são um grito que vai ecoando ...
...
vou-me encontrando..., aos poucos !!
Bjs doces e uma noite descansada !!
Pescador

Pescador disse...

Obrigado Belo...
vou tentar...

david santos disse...

Olá!
Gostei. Belo!
Parabéns.

Iruvienne disse...

Um pouco de ti. é bom e reconfortante entrar aqui e encontrar um pouco de ti.

***
uma excelente semana Pescador*

Mary Mary disse...

Lindissimas palavras e imagens... Transportou-me para outras paragens! :)

Obrigada!

Drops disse...

saudades.

o meu mail teve um ataqe de personalidade explosiva, e não recebo nem envio nada há mais de um mês =(.........
A escola extravia-me o tempo, e a vida vai passando ao ritmo normal, e eu, parada neste outro mundo, vejo-a correr pela janela.

sonhei contigo sabias?

sem rostos, com poucas palavras, mas eras tu. =) quem diria.

saudades pescador... muitas saudades.

queria poder chorar no teu ombro, e pedir-te desculpa pela ausência...

saudades.

queria chorar apenas, mas hoje não posso, o tempo não deixa.

um beijo Pescador,
um beijo enorme, com sabor à simplicidade do que nos une.

Pescador disse...

desculpem a ausência...
voltarei em breve...
bjs
Pescador

Pescador disse...

Finalmente, aconteceu o esperado... o computador pifou..., depois de quase 5 anos de viagem o motor da barca pifou...
é por isso e por outras coisas mais que eu ando afastado da barca...
De qualquer forma penso que dentro de 1 a 2 semanas a barca já esteja pronta para largar outra vez para alto-mar.., com um novo motor ;-) !
Quero agradecer a todas as personagens que me visitam... por todas as marcas que aqui me deixam... !!
E pedir desculpa pelo facto de agora navegar tão pouco pelos vossos blogs..., mas para além dos problemas tecnológicos e de falta de tempo, existe uma outra razão..., penso que durante a existência de um blog, nós temos, em certas alturas, que nos afastar dele..., afastá-lo de nós..., penso que essa distância temporária permite regresso(s) renovados , permite no meu caso, continuar com vontade necessária para manter esta barca à tona e na rota certa..., que foi, que é e que será sempre..., não ter rota nenhuma, ir ao sabor das ondas !!
Bjs e abraços para todos vós !!
Pescador

PS: Só espero que não aconteça nada ao Portátil !!

Pescador disse...

M: ...
Por onde andas tu M. !?!?
Quem és tu !?!
... agora , neste preciso momento da minha vida, nestes momentos de pseudo reencontros e profundos mergulhos no passado...
pergunto-me ...
quem és tu !?!?
Bjs doces, muitos, muitos... e abraço apertado !!
Pescador

Pescador disse...

Aran: I mail to you !! ;-) !!

Pescador disse...

David Santos: Obrigado, mais uma vez obrigado pela palavras..., pela presença
Abraço
Pescador

Pescador disse...

Iruvienne: Hum, sabe bem as tuas visitas miuda !! e desculpa se por não ter respondido a uma pergunta que deixaste por aqui na barca..., mas irei respondê-la na teu cantinho !!
Beijocas doces
Pescador

Pescador disse...

Mary Mary: E de repente uma visita de um passado recente desta barca... , uma personagem da qual eu perdi o contacto...,
..., engraçado, existem personagens que por qualquer motivo chamam-nos atenção, com algumas criamos laços..., com outras apenas fica algo, uma lembrança, uma memória, o nome de um "Porto de Abrigo" !!
Desculpa se pareço disparatado...,
De qualquer forma, e sem promessas, vou tentar visitar-te com mais assiduidade !!
Bjs doces
Pescador

Pescador disse...

Drops: Olá Anjo ...
não sabes como é bom saber-te ai..., como é bom saber-te , simplesmente !!
sim, naveguei um pouco à deriva..., mas acredita que tu nunca tiveste ausente...
foste sempre uma presença aqui na barca...,
espero que estejas bem..., e engraçado, como é podemos sentir assim, tantas saudades de
alguém que não conheçemos... ou será simplesmente de alguém que apenas não conseguimos ver !?!?
... também tu meu Anjo já tiveste nos meus sonhos, mas nunca soube que eras tu...,
mas agora sei...
Bjs doces , com esse mesmo sabor à simplicidade que une dois seres cujas personagens brincam juntos, nas nuvens à noite, em sonhos...
Pescador

A. disse...

...e como está o N.?





fica o desejo de que tudo esteja a fluir.por mares mais doces.


um beijinho.assim grande.

Blueshell disse...

Que o teu Sol nunca se perca no horizonte e que brilhe todas as manhãs!
BShell