quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Senhora de Gouvarinho



" Acordo sem o contorno do teu rosto na minha almofada, sem o teu peito liso e claro como um dia de vento, e começo a erguer a madrugada com as duas mãos que me deixaste, hesitante nos gestos, porque os meus olhos partiram nos teus.
E é assim que a noite chega, e dentro dela te procuro, encostado ao teu nome, pelas ruas álgidas onde tu não passas, a solidão aberta nos dedos como um cravo.Meu amor, amor de uma breve madrugada de bandeiras, arranco a tua boca da minha e desfolho-a lentamente, até que outra boca - e sempre a tua boca - comece de novo a nascer na minha boca.
Que posso eu fazer senão escutar o coração inseguro dos pássaros, encostar a face ao rosto lunar dos bêbados e perguntar o que aconteceu."


(Primeiramente - Eugénio de Andrade)

4 comentários:

Iruvienne disse...

uma vez ele escreveu ...

"A tua vida é uma história triste
A minha é igual à tua.
Presas as mãos e preso o coração
Enchemos de sombra a mesma rua.

A nossa casa é onde a neve aquece.
A nossa festa, onde o luar acaba.
Cada verso em nós próprios apodrece,
Cada jardim nos fecha a sua entrada."


nao sei porquê, fascinou-me no momento em que o li. :)



às vezes a resposta não chega... no entanto se for isso que a ti te falta, espero k a encontres.


um beijo.

Gaivota disse...

As vezes chateia me um bocadinho, quando vejo alguem a escrever o que eu sinto... Eugenio de Andrade é um mestre nisso! E eu gosto

Obrigada por teres partilhado

Um beijo

Miss15 disse...

De vez em quando passo e deixo rasto, outras vezes não. Mas, neste post juntaste três coisas de que gosto muito:as palavras de Eugénio de Andrade; Hurt, a canção e tu próprio, ilha onde ancoro o meu batel quando este anda à deriva.Acredita que estou sempre perto mesmo que as marés pareçam levar-me para outras ilhas.

Anónimo disse...

Eugénio de Andrade é um dos mestres da palavra em português e que bem que o sublinhas com este registo musical e esta imagem e o título são um pormenor requintado neste mar de sensibilidade e bom gosto
Gostei imenso.
beijo
M