quinta-feira, setembro 14, 2006

Tentar esquecer...

*

*

Esqueço o que vi
e já não me quero lembrar
se mereço estar aqui
se aqui mereço estar
...
pois sei que o meu preço é
com o teu ter que sofrer
pagaste-me com desprezo
o que eu te dei sem querer
*

*
e esqueço
que já não me consigo lembrar
o que te prometi
numa promessa ao luar
quando me esqueci
que tinha que me esquecer
esquecer-me de ti
de ti me esquecer
*
*
e esqueço
o teu nome e a tua morada
a cor dos teus olhos
e os molhos de cartas
esqueço os retratos
e as pegadas na praia
esqueço-me de ti
outrora doce
agora amarga
*

*
e esqueço....
mesmo quando esquecer
é apenas não querer lembrar
as letras que foram um todo
na palavra que não iria quebrar
porque esquecer é um verbo
que não tem tempo futuro
é apenas um sentimento duro
de quem não consegue esquecer
de quem não se quer lembrar
*

15 comentários:

Anónimo disse...

Para quem não sabe esquecer, mas quase sempre fingir que não se lembra... estas palavras soam a mar que me leva para longe as lembranças que não quero mais em mim. obrigado por vestir em palavras os sentimentos que são comuns a tantos.

PCF disse...

:)

A. disse...

...tenho passado o meu tempo a tentar esquecer.sintia perto aquela paz que finalmente me trazia de novo um doce acordar...durou pouco a minha paz.só não quero voltar ao lugar onde me fechei durante tantos meses.desta maneira nunca será fácil tentar esquecer...estar longe de quem nos faz mal...é quase tudo e eu perdi esse quase tudo que me fez tanto bem.






sem conseguir escrever muito meu doce pescador.deixo-te um enorme abraço.um grande beijinho desta que gosta muito de ti.ana.

Mermaidblue disse...

O melhor a fazer não é tanto esquecer mas sim "guardar o que é bom de guardar". bjins;0)

maresia disse...

Olá!!
Parece que passamos o tempo a querer esquecer quem queremos na verdade lembrar a toda a hora!!
Esquecer é dos verbos mais dificeis de praticar que conheço!!
Beijinhos

Incógnita disse...

A "persistência da memória", tal como Dali se atreveu a pintar. Seria tão bom que pudéssemos apagar da nossa mente tudo aquilo que nos fez infelizes...
Boa semana Pescador**

A. disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Pescador disse...

Anónima(o): Ainda bem que as minhas palavras tocaram-te...
significa que elas estão vivas... que tem significado, que tocam...
obrigado por me o dizeres...
;-) !!
Pescador

Pescador disse...

PCF: Abraços
Pescador

Pescador disse...

Askim: Tu que já me conheces um pouco..., talvez mais de que qualquer outra personagem !!
Tu que és senhora do teu destino..., mas escrava do teu coração..., ouve o que as ondas te dizem...
não te escondas A., não deixes que te escondam..., foge de quem te faz mal... porque quem te faz mal, não te ama... porque o amor não rima com dor..., nós , pequenos seres, é que fazemos rimar estes dois verbos....
...
Toma... uma chave...
virtual, mas desenhada com carinho, com um especial carinho...
pode ser que abra a porta do lugar para onde não queres voltar !!
Beijos doces... sorriso sincero... um abraço apertado !!
Pescador

Pescador disse...

Mermaidblue: Sim, talvez tenhas razão..., mas por vezes é "guardar o que é bom de guardar"
é guardar memórias dolorosas... pelo simples facto de serem simples memórias, recordações !!
Jinhos doces
Pescador

Pescador disse...

Maresia: Nem mais minha querida !! Nem mais....
Bjs doces
Pescador

Pescador disse...

Incógnita: Obrigado pelo desejo menina !! Não sei... , talvez as memórias,mesmo dolorosas são parte do nosso ser... razão do porquê sermos como somos...
Não sei..., mas acho que não...
Beijos doces pa ti menina ... fica bem ;-) !!
Pescador

Pescador disse...

Askim:
Obrigado...
;-)
Beijos, mil....
Pescador

pequena espiral disse...

quando descobrires como se esquece, diz-me... há dias em que lembrar causa dor...