domingo, fevereiro 07, 2010

Adorava poder voltar a dançar uma valsa....



Deixe-me cantar-te uma valsa


Vinda do nada, do meu pensamento


Deixe-me cantar-te uma valsa


Sobre aquela noite única






Tu foste para mim, naquela noite


Tudo que eu sempre sonhei na vida


Mas agora partiste, partiste para longe


Para a tua ilha de chuva






Para ti foi apenas um caso de uma noite


Mas tu, para mim, foste muito mais


Apenas para tu saberes










Não me interessa o que os outros dizem


Eu sei o que significaste para mim naquele dia


Eu só quero tentar, outra vez


Eu só quero outra noite


Ainda que certo não pareça


Tu significaste para mim muito mais


Que todos que antes conheci






Uma só noite contigo, pequeno Jesse


Vale por mil seja com quem for






Não sinto amargura, meu amor


Nunca esquecerei o encontro daquela noite


Mesmo amanhã, noutros braços


Meu coração continuará teu


até eu morrer






Deixe-me cantar-te uma valsa

Vinda do nada, do meu pensamento

Deixe-me cantar-te uma valsa

Sobre aquela noite única

3 comentários:

Lady disse...

Ups...
Ai... porque será que complicam tanto????

Anónimo disse...

;-) !!!
Hum, porque será !?!?
...
este teu comentário deixou-me a sorrir.....
talvez porque sei qual é o seu sentido, ou talvez porque não faço ideia do que falas...
;-)
Beijocas docessss e uma óptima semana !!!
Pescador

isv13 disse...

Como gostava que um dia me dedicassem tão belas e sentidas palavras. Boa inspiração Pescador :-)