sábado, fevereiro 06, 2010

O sangue de uma guitarra a chorar

A miséria
gosta de companhia
E a ouvir isso
eu estou a gostar
E vejo o significado
daquilo que eu via
Para que num papel,
eu o possa apontar


Atrás de uma janela
eu estou
Perto de um
vigésimo terceiro andar
Saltar
é o desejo que me passou
Por medo de cair
e me magoar



Não consigo escrever
uma canção de amor
Pelo menos assim
como eu estou
Não consigo cantar
a esperança sem a dor
Pois mudo vai na estrada,
aquele que eu sou



A vida ficou
tão diferente
desde do dia
em que te foste embora
Canto para ela,
perdida no meio da gente
Agora que a guitarra,
nos meus braços chora



Esta televisão
estava farto de ver
Apenas tinha
vontade de gritar
Lá fora o mundo
está arder
Cá dentro,
eu não consigo acreditar



Por cada dia que passa
estou a morrer
Começa no berço
acaba no caixão
Às vezes fico insensível
ao meu próprio ser
Que não sinto a doer,
o meu próprio coração



Para uma folha de papel,
fico a olhar
Não sei o que nela
ei de escrever
O meu último cigarro
está a acabar
Vou apagar as luzes,
e esquecer



Talvez amanhã,
vá me sentir diferente
Mas agora na desilusão
não sei o que dizer
No fundo,
sou gente no meio da gente
Que em passo apressado,
depressa me irá esquecer



....

Adaptação/tradução semi-livre da música que vai tocando por aqui...
uma brincadeira que eu já não fazia à muito tempo....


4 comentários:

Iruvienne disse...

=) vou dormir com a voz d sr bon jovi como musica de embalar.

montagem perfeita, motivo especial?
houve ali umas quantas palavras que por aqui ficaram...

Iruvienne disse...

ps: bjos doces e bom fim de semana

Anónimo disse...

Motivo especial !?!?
Não....
apenas uma mania bué antiga que eu tinha em traduzir as letras de músicas estrangeiras... não sei por onde elas andam, as traduções...
e hoje ouvi esta música
e apeteceu-me escrever/traduzir/ adaptar ...!!
Acho que já a tinha traduzido em tempos, meados dos anos 90 ;-) !!!
....

no meio das palavras sempre existem algumas que ficam...
que nos agarram...
...
bjs doces minha querida ;-) !!!
Pescador

PS: Um óptimo domingo para ti ;-) !!!

Anónimo disse...

"Talvez amanhã,
vá me sentir diferente
Mas agora na desilusão
não sei o que dizer
No fundo,
sou gente no meio da gente
Que em passo apressado,
depressa me irá esquecer"

Este pedaço de texto e a primeira imagem não podiam explicar melhor o que sinto hoje... infelizmente!!!
Pandora