sábado, março 20, 2010

O Olhar que eu vejo...



TENS UM OLHAR
QUE SE ESCONDE
E QUE NÃO SE DEIXA ENCONTRAR
QUE É FILHO DA TERRA
E ORFÃO DO MAR
QUE FOGE DO VENTO
E DO REFLEXO DO ESPELHO
QUE É TÃO NOVO
MAS SENTE-SE TÃO VELHO




TENS UM OLHAR
QUE SE PERDE
E QUE NÃO SE QUER ENCONTRAR
QUE É DOCE E AMARGO
COM VONTADE DE GRITAR
QUE TE GRITA COM VOZ MUDA
UM PREFEITO DESENCANTO
COM A FALTA DA LUA
COM A PRESENÇA DO PRANTO



TENS UM OLHAR
QUE TE FOGE
COM MEDO DE ENCONTRAR
O AMOR QUE TE RECUSARAM
NA PESSOA QUE TE QUER AMAR
COMO SE FOSSE POSSÍVEL TER
AQUILO QUE UM DIA SE PERDEU
NUM ABRAÇO QUE NÃO QUER SER
O VAZIO QUE NUNCA DISSE ADEUS



TENS UM OLHAR
QUE TE ENGANA
ESCONDENDO AS ONDAS DO MAR
NA SOMBRA DO DIABO QUE DIZ
TU NUNCA HÁS DE PRESTAR
MAS OUVE AGORA O QUE EU CONSIGO VER
QUANDO OLHO PARA A COR DO TEU OLHAR
VEJO NELE A TERRA ONDE IRÁ CRESCER
A FLOR DA VIDA E A VONTADE DE AMAR


4 comentários:

Iruvienne disse...

ainda à bocado me perguntei quando voltarias a dar noticias..

vale sempre a pena esperar por aqui ;)


bjos e bom fim de semana.

ah musica 5*

Lady disse...

"So beautiful"! ;)
Adorei, bjinhos e um(a) bom fim semana(boa semana)!

Drops disse...

Olá Pescador, meu doce Pescador...
Continuo por aqui. As palavras parecem ter-me abandonado, mas ainda assim continuo por cá.

Este é talvez um dos meus favoritos até à data.
É bom ler-te.

Beijo doce

SementinhaMenina disse...

Obrigada por Me veres =)
Beijos sempre doces
Sementinha