sábado, setembro 12, 2009

Supreendido...

Ontem fomos jantar os dois...

à beira de uma baia...

numa noite nostálgica e tranquila

Falamos, falamos... e depois falaste tu

e eu fiquei...

bem, ...

eu fiquei supreso, questionei-me em silêncio...

supreendido, acho que essa é a palavra correcta

embora tu tenhas ficado a pensar que eu fiquei chocado contigo

mas não meu doce Anjo, eu nunca e em tempo algum

poderia ficar chocado contigo,

mas admito que fiquei um pouco ou até muito supreendido...
... " imagina aquele vestido que eu nunca pensei que tu podesses
usar... e de repente, lá estava tu, a minha frente, a usá-lo...
ficas bela à mesma,
eu é que não estou habituado a ver-te com ele...,
tanto mais que tu sempre
disseste que nunca o irias vestir.... "


...
supreendido, sim...
de tal forma que me esqueci

...

esqueci-me de agarrar na tua mão

esqueci-me de limpar as tuas lágrimas

esqueci-me de te abraçar

esqueci-me de te dar um beijo

até me esqueci da tua prenda...

...

eu juro ,

que nunca mais me vou esquecer...



bjs doces para ti

minha doce companheira

de viagem...
Pescador...




Banda Sonora: The Fray - How To Save A Life

3 comentários:

Bruma disse...

:)

Os silêncios só são eternos... para sempre... quando ninguém os quebra... ;)

Um beijinho grande

Maxwell disse...

Aos momentos de silêncio onde as pergutnas, mais que muitas, se esquecem de ser feitas, por medo ou outro--

Iruvienne disse...

deixei-te resposta com "prendas" ao teu último comentario ;)

e este teu post deixou-me completamente perdida :s


bjos doces